quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Sarau de cultura indígena

20160824 GabrielaRocha SarauCulturalFolclore abre
Fotos: Gabriela da Rocha

    A cultura dos povos nativos do Brasil foi transmitida às novas gerações através de atividades lúdicas na tarde desta quarta-feira (24), na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya. 
    A atividade fez parte do Projeto Vitrine Multicultural, da Secretaria Municipal de Arte e Cultura (SMAC), e contou com a presença dos alunos do 3° ano da escola estadual Ezequiel Nunes Filho junto aos alunos da oficina de cultura indígena. Como uma das convidadas, a escritora e pesquisadora da cultura indígena Ângela Hofmann explicou aos estudantes um pouco dos costumes e da vida desses povos. Na sequência, os estudantes construíram um jogral com elementos da lenda do Boitatá. Finalizando a atividade, a escritora e ativista cultural Maria Conceição Padilha realizou a leitura de contos do folclore indígena.
   Com o objetivo de fomentar e descentralizar a cultura, o Vitrine Multicultural promove aulas de diferentes manifestações culturais totalmente gratuitas. As atividades vêm ocorrendo no Centro Comunitário da Avenida Brasil, no Centro Municipal de Educação Básica Trindade, no CTG Independência Gaúcha e na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya.
   Ao todo, são seis oficinas: Balé e Jazz, Percussão, Carnaval, Cultura Indígena, Capoeira e Danças Tradicionais Gaúchas. O projeto é promovido pela Secretaria Municipal de Arte e Cultura (SMAC), com apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através do Fundo de Apoio à Cultura (Pró-cultura RS FAC).


Texto: Thierre Cósta


Sarau Culturas Nativas Esteio Vitrine Cultural

terça-feira, 26 de abril de 2016

Entrevista ao Veredas / Site Nonada

O site Nonada - Jornalismo Travessia - através da coluna Veredas, da jornalista Priscila Pasko, conversou comigo sobre literatura infantil e meu primeiro livro "Yvy Porã Porau e o Rio de Mel" (Ed. Mediação). 
A entrevista aconteceu no ambiente aconchegante da Livraria Sapere Aude!, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre.
Confira o resultado de mais de duas horas de conversa empolgada sobre a cultura dos povos originários e a ficção "Yvy Porã Porau e o Rio de Mel". 


 




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Vídeo "A Fada e a Fiandeira": Protagonismo Feminino e os Novos Contos de Fadas

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR -- Vídeo "A Fada e a Fiandeira" - Novos Contos de Fadas

ACONTECEU na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre - RS, o Bate-Papo "A Fada e a Fiandeira": Protagonismo Feminino e os Novos Contos de Fadas,
com as professoras especialistas Rosa Sá Britto Vieira, Drª Margareth Osório e Drª Juracy Assmann Saraiva.

A Coleção Novos Contos de Fadas conserva a estrutura simbólica e arquetípica do gênero. Os contos são escritos e editados por Ângela Hofmann.


* O conto “A Fada e a Fiandeira” recebeu o primeiro lugar na Categoria Escritor do 9º Concurso de Narrativas “Novos Contos de Fadas” 2014, da cidade de Morro Reuter – RS.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

NATAL "A Fada e a Fiandeira"

Presenteie com um livro! 
Alegria para qualquer idade.

Você encontra os endereços de venda na nova página "Onde comprar": http://angelahofmann.blogspot.com.br/p/onde-comprar.html

INSCREVA-SE NO BLOG e receba suas atualizações por e-mail.

Bonecas e fotos da artista plástica Aneri Maria Strack

sábado, 5 de dezembro de 2015

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

"A Fada e a Fiandeira". Lançamento em CANELA-RS


Dia 28/11, sábado 
10h às 12h
Feira Ecológica e Cultural de Canela
  • Lançamento e Autógrafos do livro infantojuvenil "A Fada e a Fiandeira", de Ângela Hofmann, ilustr. Martina Schreiner.
  •  Dança Circular com Cilon Estivalet
 Promoção: RPPN Bosque de Canela



quinta-feira, 19 de novembro de 2015

"A Fada e a Fiandeira", 61ª Feira do Livro de POA

61ª FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

Aconteceu

DIA 14/11, às 19hs
AUTÓGRAFOS do livro infantojuvenil "A FADA E A FIANDEIRA", de Ângela Hofmann, ilustrações de Martina Schreiner.
PRAÇA DE AUTÓGRAFOS DA FEIRA.

DIA 14/11 -- 17h às 18h30 -- MESA -- Protagonismo feminino e os novos contos de fadas
Participação da autora, ilustradora, e das professoras Drª Margareth Osório, Rosa Sá Britto e Drª Juracy Assmann ​Saraiva​.​
​LOCAL: ​Sala do Professor, na Área Infantil e Juvenil da Feira.

Professoras: Juracy Saraiva, Rosa Sá Britto, Margareth Osório




Dilan Camargo, Patrono da Feira



Ilustrações Martina Schreiner



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

XXII Feira do Livro e da Leitura - Morro Reuter / RS

 "A Fada e a Fiandeira"*

Dia 13 de novembro -- lançamento, autógrafos e conversa com @s educand@s  sobre o processo de ler, escrever e recriar-se.

Apresentação do livro "A Fada e a Fiandeira", que em 2014 recebeu o primeiro lugar na Categoria Escritor do 9º Concurso de Narrativas “Novos Contos de Fadas”, da cidade de Morro Reuter – RS.

O Secretário Municipal de Educação, Márcio Malgarin, ressaltou que o livro "A Fada e a Fiandeira" é o primeiro conto a ser publicado em livro nos dez anos de existência do Concurso de Narrativas do município.


Conversa sobre processo de ler, escrever e recriar-se.
Autógrafos para educand@s e escolas.
Patrono Christian David, autora e Secretário Márcio Malgarin.
Autógrafos

terça-feira, 10 de novembro de 2015

"Eu Palavro" - 61ª Feira do Livro de Porto Alegre

Autógrafos do livro de contos "Eu Palavro", org. Caio Riter.

Dia 08/11, às 20hs, no Memorial do RS.

Contos de Ângela Hofmann selecionados para a coletânea:
"O que não pode ser dito" e "Oferenda"(Curso de Criação Literária).

Promoção: Sintrajufe-RS.


Autógrafo coletivo na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre

Escritores Ângela Hofmann, Manuel Estivalet, Janaína Quiroga e Caio Riter
Escritores da obra "Eu Palavro"





sexta-feira, 30 de outubro de 2015

"A Fada e a Fiandeira", um novo conto de fadas



 
 A FADA E A FIANDEIRA 

 Coleção Novos Contos de Fadas, vl.1 
Ângela Hofmann

 

"Num tempo e num lugar distante, havia dois reinos que não se conheciam. 

Um deles era o Reino da Terra, colorido e misterioso. 

O outro era o Reino do Ar, habitado por seres minúsculos e alados: as fadas. 

Entre os dois reinos havia um limite invisível que não poderia ser ultrapassado. As fadas sabiam que se o ar das alturas faltasse, começariam a endurecer e não poderiam mais voltar. Era assim a morte das fadas: viravam uma pedra. Preciosa e brilhante. Para sempre.
 

Lysandra era uma das tantas meninas fadas curiosas em conhecer o Reino da Terra. Movida por sua coragem, desconhecia o que estava por vir."


terça-feira, 7 de julho de 2015

NOVO: Sala Temática Indígena

Acompanhe nossa nova página: 

Sala Temática Indígena

Ilustração Livro
Reunimos aqui algumas das indicações oferecidas e solicitadas durante as formações nas escolas e encontros com os leitores de "Yvy Porã Porau e o Rio de Mel".
Convidamos professores, leitores e demais interessados a consultarem bibliografia, sites, vídeos e músicas relacionadas principalmente aos povos originários do sul do país.

INSCREVA-SE NO BLOG  e receba suas atualizações por e-mail.
CMEB V. Olímpica
CMEB A. Pasqualini

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Agenda da autora no Blog

Agora você pode acompanhar nossas escrevinhanças, andanças e brincadanças pelo blog PINCEL E NUVEM.
Acesse   http://angelahofmann.blogspot.com.br/ 
e confira a AGENDA.
INSCREVA-SE no Blog e receba por e-mail as atualizações semanais.


terça-feira, 7 de abril de 2015

2ª Festa da Leitura na Usina do Gasômetro, Porto Alegre.

de 18 a 22/04.

19 de abril, domingo, às 17hs, venha participar da Vivência "Yvy Porã Porau e o Rio de Mel em prosa, canto e movimento", com Ângela Hofmann.
Na sequência, sessão de autógrafos do livro. Sala Usina Criativa.

Abaixo segue a Programação completa da Festa.
Nos encontramos lá!

Realização: Clube dos Editores do Rio Grande do Sul.



domingo, 9 de novembro de 2014

Livro Yvy Porã Porau na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre


1/11-  Yvy Porã Porau e o Rio de Mel
LANÇAMENTO E AUTÓGRAFOS

Praça de Autógrafos
Praça de Autógrafos, com Dane D'Angeli

Encanto


MESA TEMÁTICA INDÍGENA - Conhecer para respeitar, com a participação de professores e educadores da área.
Ciclo "A Hora do Educador", Câmara Estadual do Livro

Texto de Daniel Munduruku:
 "As escolas tem que ficar muito atentas para que não se deixem enganar por uma data comemorativa como a de 19 de abril. E que, ao tratar a data, achem que estão fazendo um bem para as crianças. Não estão. As escolas precisam lidar com a diferença, com a diversidade. O índio que se comemora no dia 19 é o índio do século XVI, aquele índio que foi encontrado pelos europeus. Nós vivemos uma sociedade muito mais múltipla hoje em dia, e as populações indígenas estão presentes.
Coordenação da Mesa: Ângela Hofmann
A gente consegue encontrar esses indígenas participando do Brasil de uma forma muito efetiva, seja através do cinema, da TV, seja fazendo e produzindo filmes, seja criando sites na internet específicos da temática indígena. Ou através da literatura que tem sido a área que tenho me dedicado mais. Poder trazer para as crianças da cidade as histórias que os nossos povos contam, numa tentativa de aproximação. A gente entende que a literatura é um instrumento importante para conhecer o outro também. E esse outro que as escolas precisam conhecer está presente, é um ser atuante dentro da sociedade. 

Convidados da Mesa: Dane D'Angeli, Ângela Hofmann,
Cidara Loguercio (Museu da UFRGS), Augusta de Oliveira
(UFRGS), Claudete da Silva Xokleng, Ana Tettamanzy (UFRGS)
Pensar esse índio como um ser atuante é de fundamental importância pra gente crescer como um país efetivamente cidadão, efetivamente democrático, efetivamente humano. É preciso que o Brasil entenda todas essas formas de ser humano que os povos indígenas trazem e apresentam hoje no nosso cotidiano."
 (Daniel Munduruku)



9/11- DOMINGOS DE CRIAÇÃO
Contação da história em canto, movimento e interação.

Ocupando os espaços da feira

Integrando sua preciosidade
 
Cantando a Terra da Boa Generosidade.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Premiação em Morro Reuter "Novos Contos de Fadas"


Meu conto "A Fada e a Fiandeira" foi classificado em primeiro lugar na Categoria Escritor, no 9º Concurso de Narrativas 2014, da cidade de Morro Reuter-RS.

O tema deste ano foi “Novos Contos de Fadas”. O concurso faz parte da programação da 21ª edição da Feira do Livro e da Leitura. 

A premiação ocorreu dia 18 de outubro. Conforme Andreia Ternus, umas das organizadoras do projeto, nesta edição foram 544 textos inscritos de diversos estados brasileiros e exterior.



Ângela Hofmann: 1º lugar na Categoria Escritor

Com o Secretário Municipal de Educação
 e Cultura Márcio André Malgarin

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Autora na Escola: CMEB Alberto Pasqualini e o livro Yvy Porã Porau

 
 
Professoras e estudantes do Centro Municipal de Educação Básica Alberto Pasqualini, da cidade de Esteio-RS, leram, exploraram e  realizaram atividades artísticas a partir do livro Yvy Porã Porau e o Rio de Mel, de Ângela Hofmann.






O primeiro encontro da "Autora na Escola" sobre o livro iniciou com um café da manhã com o grupo docente, seguido do momento de estudo e reflexão sobre a questão indígena na sociedade e na escola, a partir da história de Yvy Porã Porau.











No segundo encontro da "Autora na Escola" foi a vez de encontrar os estudantes e conversarmos sobre a história do livro e sobre nossas raízes étnicas. Houve belas exposições de trabalhos dos alunos, apresentações do teatro com as professoras, brincadeiras e danças.

Povos Guarani, Kaingang, Charrua e Xokleng presentes no RS.
 
 Mbaraká nas mãos das kiryngue. 
Descoberta das nossas raízes pluri-étnicas. 
Teatro Yvy Porã Porau e o Rio de Mel
Celebrando: autora e uma turma de alunos.